Cientistas Políticos e Sociólogos se posicionam contra a proposta do “distritão”
/ 1411

Cientistas Políticos e Sociólogos se posicionam contra a proposta do “distritão”

Para assinar o documento envie seu nome e instituição para comunicacao@cienciapolitica.org.br
COMPARTILHAR
Cientistas Políticos e Sociólogos se posicionam contra a proposta do “distritão”

Por Portal ANPOCS

Começou a circular na madrugada desta quinta-feira mensagem entre pesquisadores e estudantes da área de Ciência Política que busca apresentar um posicionamento ao Deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), atual Presidente da Câmara dos Deputados. O documento afirma que caso o “distritão” passe na votação da Câmara na próxima semana, este seria um “retrocesso institucional”. O sistema eleitoral por distritos é apenas um dos muitos itens da PEC (Proposta de Emenda à Constituição) da Reforma Política, sendo talvez um dos temas mais polêmicos junto com o financiamento de campanha.

Confira a íntegra do documento com as assinaturas coletadas até a manhã desta sexta, 22:

Ao Excelentíssimo Senhor Deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), Presidente da Câmara dos Deputados (Brasília, DF)

Nós, estudiosos da ciência política brasileira, vimos por meio desta manifestar posição contrária à adoção do modelo de sistema eleitoral denominado “distritão”, que será objeto de votação no plenário da Câmara dos Deputados, no dia 26 de maio de 2015.

A introdução do distritão nas eleições para a Câmara dos Deputados, Assembleias Legislativas e Câmaras de Vereadores representará um verdadeiro retrocesso institucional. Com o fim do voto de legenda e da transferência de votos dentro das agremiações partidárias, os candidatos correrão por conta própria, a título individual, enfraquecendo os partidos políticos e potencializando o personalismo na corrida eleitoral. Além disso, diferentemente do atual modelo, milhões de votos serão jogados fora, visto que somente serão válidos os votos dos eleitos.

Ao que tudo indica, o distritão acarretará o aumento dos custos das campanhas eleitorais, pois, sem incentivo algum para a cooperação dentro dos partidos, os candidatos necessitarão de maior exposição individual. Ademais, facilitará o renascimento de oligarquias regionais e contribuirá para a diminuição da qualidade da representação política, ao proporcionar maiores condições de vitória a concorrentes sem experiência parlamentar.

Se a necessidade de uma reforma política surge do diagnóstico de que os partidos são frágeis, a adoção do distritão parece ter como objetivo fragilizá-los ainda mais, interessando a certos segmentos da classe política profissional, em particular àqueles com maior facilidade para dispor de vultosos recursos para suas campanhas. Nesse sentido, observamos com preocupação a possibilidade de sua implantação e reiteramos nossa posição contrária à sua propositura.

Assinam o documento (última atualização – sábado (23/05) às 11h50):

Para assinar o documento basta enviar seu nome e instituição para comunicacao@cienciapolitica.org.br (indicar se é estudante de pós, se for o caso.)

Há também uma petição do Avaaz, que você pode assinar clicando aqui.

Adalberto Cardoso (IESP-UERJ)
Adriano Codato (UFPR)
Adrián Albala (pós doutorando no DCP-USP)
Alvino Oliveira Sanches Filho (UFBA)
Aiko Ikemura Amaral (mestre em Ciência Política pela USP, doutorando em Sociologia na Universidade de Essex, Reino Unido)
Ananias José de Freitas (Prefeitura de Belo Horizonte)
André Drumond (UFJF-GV)
André Leão (mestrando em Ciência Política na UNICAMP)
André Luiz Coelho (ECP-UNIRIO)
André Marenco (UFRGS)
Andréa Freitas (DCP-UNICAMP)
Andres del Rio (UFF)
Angela Maria Carneiro de Araújo (DCP-UNICAMP)
Antonio José Lopes Alves (COLTEC-UFMG)
Argelina Cheibub (IESP-UERJ)
Ariadne de Oliveira Santiago (mestranda em Ciência Política na UnB)
Armando Boito (DCP-UNICAMP)
Audálio Machado (mestrando em Ciência Política na UFPE)
Barbara Salatiel Borges (mestranda em Ciência Política pela UFG)
Barby de Bittencourt Martins (DCS-UNIR)
Bernardo Ricupero (DCP-USP)
Biancka Miranda  (doutoranda em Sociologia Universidade de Frankfurt)
Bruno Bolognesi – UFPR
Bruno Konder Comparato (Unifesp)
Bruno Pinheiro Wanderley Reis (DCP-UFMG)
Bruno Souza da Silva (doutorando em Ciência Política na UNICAMP)
Carina Rabelo de Souza Fonseca (mestranda em Ciência Política na UFMG)
Carlos Henrique Santana (doutor em Ciência Política pelo IESP-UERJ)
Carlos Augusto Mello Machado (IPOL-UNB)
Carlos Eduardo Rebello de Mendonça (UERJ)
Carlos Melo (Insper)
Carlos Milani (IESP-UERJ)
Carlos Pereira (FGV-Rio)
Carlos Ranulfo (DCP-UFMG)
Carlos Roberto Horta (DCP-UFMG)
Carmem Emmanuely Leitão Araújo (doutoranda em Ciência Política na UFMG)
Carolina de Paula (pós-doutoranda no IESP-UERJ)
Charles Pessanha (UFRJ)
Christy Ganzet Pato (UFFS)
Cláudio André Souza (UCSAL)
Cláudio Gonçalves Couto (FGV-SP)
Cláudio Júnior Damin (UNIPAMPA)
Clarice Cristine Ferreira Menezes (DCP-UFRJ)
Clayton Mendonça Cunha Filho (pós-doutorando no IREL-UnB)
Cleber de Deus (DCP-UFPI)
Cesar Zucco Júnior (FGV-Rio)
Daniel Estevão Ramos de Miranda (UFMS)
Danusa Marques (IPOL-UnB)
Denise Paiva (UFG)
Denisson Silva (doutorando em Ciência Política na UFMG)
Eduardo Barbabela (mestrando em Ciência Política no IESP-UERJ)
Eduardo Seino (DCP-USP)
Eleonora Schettini M. Cunha (DCP-UFMG)
Emerson Urizzi Cervi (UFPR)
Fabiano Guilherme Mendes Santos (IESP-UERJ)
Fabrício Pereira da Silva (ECP-UNIRIO)
Fátima Anastasia (PUC-MG)
Felipe Riccio Schiefler (doutorando em Ciência Política na UFMG)
Fernando Abrucio (FGV-SP)
Fernando Limongi (DCP-USP)
Fernando Filgueiras (DCP-UFMG)
Filomeno Moraes (UNIFOR)
Flávia Duque Brasil (Fundação João Pinheiro)
Flávio Campos (FESP-SP)
Francisco Uribam Xavier de Holanda (UFC)
Franklin Augusto Soares da Silva (mestrando em Ciência Política na UNICAMP)
Frederico Normanha Ribeiro de Almeida (DCP-UNICAMP)
George Avelino (FGV-SP)
Geralda Luiza de Miranda (DCP-UFMG)
Glauco Peres da Silva (DCP-USP)
Gisele Araújo (UNIRIO)
Guilherme Nafalski (doutorando em Ciência Política na UNICAMP)
Guilherme Simões Reis (ECP-UNIRIO)
Gustavo Grohmann (UFRGS)
Hilton Cesario Fernandes (FESP-SP)
Hugo Borsani (UENF)
Humberto Dantas (FESP-SP)
Iana Alves de Lima – Mestranda em Ciência Política – UnB
Isabel Lustosa (Fundação Casa de Rui Barbosa)
Jairo Nicolau (UFRJ)
Jakson Aquino (UFC)
Jawdat Abu El-Haj (UFC)
Jean Lucas Macedo Fernandes (mestrando em Ciência Política na UNICAMP)
Jeison Giovani Heiler (doutorando em Ciência Política na UNICAMP)
Joannes Paulus Silva Forte (doutorando em Ciências Sociais na UNICAMP)
João Paulo Saraiva Leão Viana (DCS-UNIR; doutorando em Ciência Política na UNICAMP)
Jorge Luiz Coimbra de Oliveira (DCS-UNIR)
José Álvaro Moisés (DCP-USP)
José Angelo Machado (DCP-UFMG)
José Mário Wanderley Gomes (UFPE)
José Mário Wanderley Gomes Neto (UNICAP; UFPE)
José Maurício Domingues (IESP-UERJ)
José Raulino Chaves Pessoa Júnior (doutorando em Ciência Política na UNICAMP)
Josênio Parente (UECE; UFC)
Júlia Moretto Amâncio (UFLA)
Julia Stadler (doutoranda em Ciência Política no IESP-UERJ)
Júlio César Cossio Rodriguez (UFS)
Katiuscia M. Galhera (doutoranda em Ciência Política na UNICAMP)
Larissa Peixoto Vale Gomes (Doutoranda em Ciência Política na UFMG)
León Victor de Queiroz (doutorando em Ciência Política na UFPE)
Leonardo Avritzer (DCP-UFMG)
Leonardo Sangali Barone (cientista político, doutor em Administração Pública e Governo pela FGV-SP)
Leonardo Secchi (PPGA-UDESC)
Lidiane Rezende Vieira (mestranda em Ciência Política no IESP-UERJ)
Lizandra Serafim (UFPB)
Louise Ronconi de Lazareno (doutoranda em Ciência Política na USP)
Luciana Maria de Aragão Ballestrin (UFPel)
Luciana Santana (UFAL)
Luciana Veiga (ECP-UNIRIO)
Luiz Domingos Costa (UFPR; UNINTER)
Luiz Fernando Miranda (Transparência Brasil)
Luiz Werneck Vianna (PUC-Rio)
Manoel Leonardo Santos (DCP-UFMG)
Manuel Domingos Neto (UFF)
Mara Telles (UFMG)
Marcelo Borel (doutorando em Ciência Política no IESP-UERJ)
Marcelo Viana Estevão de Moraes – doutorando em ciências sociais na PUC-Rio
Marcia Ribeiro Dias (ECP-UNIRIO)
Marco Antonio Carvalho Teixeira (FGV-SP)
Marco Cepik (UFRGS)
Marcus Abílio Pereira (DCP-UFMG)
Marcus Melo (DCP-UFPE)
Maria Aparecida Abreu (IPPUR-UFRJ)
Maria do Socorro Braga (UFScar)
Maria Fernanda Lombardi Fernandes (Unifesp)
Maria Hermínia Tavares de Almeida (USP; CEBRAP)
Maria Rita Loureiro (FGV-SP)
Maria Victória Espiñeira González (UFBA)
Mariana Aparecida Dias (mestre em Ciência Política pela UFMG)
Mario Montanha (mestrando em Ciência Política na UNICAMP)
Marlise Matos (DCP-UFMG)
Marta Arretche (DCP-USP)
Marta Mendes da Rocha (UFJF)
Maurício Assumpção Moya (UFRGS)
Mauro Campos Macedo (UENF)
Monize Arquer (doutoranda em Ciência Política na UNICAMP)
Nelson Rojas de Carvalho (UFRRJ)
Noëlle Silva (mestranda em Ciência Política na UnB)
Octavio Amorim Neto (FGV-Rio)
Oswaldo E. do Amaral (DCP-UNICAMP)
Patrícia Mara Cabral de Vasconcellos (DCS-UNIR)
Pablo Victor Fontes Santos (mestrando PPGRI-UERJ)
Paulo Eduardo Malerba (doutorando em Ciência Política na UNICAMP)
Paulo Fábio Dantas Neto (UFBA)
Paulo Krischke (doutorando em Ciência Política na Universidade de York)
Paulo Roberto Neves Costa (UFPR)
Paulo Sérgio Peres (UFRGS)
Rachel Meneguello (DCP-UNICAMP)
Renata Bichir (USP)
Renato Boschi (IESP-UERJ)
Roberta Rodrigues Marques da Silva (doutora em Ciência Política pelo IESP-UERJ)
Rony Coelho (doutorando em Ciência Política na UNICAMP)
Rodolfo de Camargo Lima (doutorando em Ciência Política na USP)
Rodrigo Dolandeli dos Santos (doutorando em Ciência Política na UNICAMP)
Rudá Ricci (cientista político, doutor em Sociologia; Instituto Cultiva)
Sérgio Braga (UFPR)
Silvana Krause (UFRGS)
Stéphane Monclaire (Université Paris 1, Sorbonne)
Sydnei Melo (mestre em Ciência Política pela UNICAMP)
Tayrine dos Santos Dias (mestranda em Ciência Política pela UnB)
Telma Menicucci (DCP-UFMG)
Teresa Marques  (PUC-RS)
Thiago Sampaio (UNIPAMPA)
Tiago Levi Diniz Lima (mestre em Ciência Política pela UFPE)
Vanessa Elias de Oliveira (UFABC)
Vinicius Valentin Raduan Miguel (DCS-UNIR)
Vinícius Werneck (doutorando em Ciência Política no IESP-UERJ)
Victor Leandro Chaves Gomes (UFF)
Victor Mourão (PUC-MG)
Vitor Eduardo Veras de Sandes Freitas (UFPI)
Vitor Marchetti (UFABC)
Vitor Lacerda Vasquez (mestrando em Ciência Política na UNICAMP)
Vitor Peixoto (UENF)
Vitor S. L. Oliveira (mestre em Ciência Política pela USP)
Wagner Pralon Mancuso (USP)
Wagner Romão (DCP-UNICAMP)
Yuri Kasahara (doutor em Ciência Política pelo IESP-UERJ)

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será publicado.